sexta-feira, 8 de maio de 2009

Minha Voz 21

A Minha Voz. 21
Jaí Antonio Strapazzon .

Cara de Pau.

Olha, se existe um cara que pode ser taxado de cara de pau, isto para não dizer coisa pior,este homem é o deputado federal Sergio Ivan Moraes, do PTB, do Rio Grande do Sul . As declarações feitas á imprensa por este “deputado” servem para ilustrar como somos burros e manobrados por estes cafagestes.

Diz ele :” Vocês (imprensa) vivem batendo, denunciando, mas não adianta e gente continua se elegendo”, e vai mais alem, “Estou me lixando para a opinião pública”. E o pior que tudo é verdade. Este tipo de cara, é aquele que nunca poderia estar onde está. Mas o povo gosta de ser maltratado, pisoteado, ora dirá alguém, mas ele elegeu-se, seu mandato é legal, claro que é mas seu comportamento é imoral, desrespeitoso, fraco, calhorda.

Este é um dos tantos que se elegem com mentiras, com verbas públicas distribuídas para os companheiros, um parlamentar com um histórico público nada elogiável ( conforme dados do site transparência Brasil) mas que mesmo assim já embolsou com verbas indenizatórias até agora um total de R$.343.818,87. Disse e repito, o maior problema do povo brasileiro é a educação. A falta de educação, ou as dificuldades para que mais pessoas possam cursar uma faculdade, não permitem que tenhamos a clareza suficiente para na hora de votar, analisar a vida, pregressa desta tropa de políticos incompetentes. Daí acontece isto.

Mas falar neste assunto aqui em Sapucaia é chover no molhado, não vai acrescentar nada mais, somos campeões em votar errado, a prova disto ai está gente com cérebro de minhoca, se reelegendo a cada ano. Em todos estes anos de vivencia e conhecendo todos os políticos da cidade, não tenho condições de apontar um, um apenas que se possa apontar como legítimo representante das aspirações do povo. Não existe. A cada ano, a cada eleição assumem os mesmo, troca a “meleca” mas, as moscas são as mesmas.

Os “Sergios Ivans Moraes” vão continuar sendo eleitos, (e não foram poucos os enganados, pois nas últimas eleições este ilustre fez 86.229 votos) porque ainda não aprendemos a identificar quem presta, e quem não presta. Eles vão continuar existindo por que enquanto distribuírem verbas para os “aspones” nos municípios, para usá-las em caridades, uma grande parcela do povo vai o aplaudir mesmo quando declara que está se lixando para a opinião pública.

Um comentário:

Luís Adriano disse...

Esse tipo de declaração era muito comum ouvir dos representantes do nordeste..

Agora o Rio Grande do Sul se apresenta como mais um estado "curral" eleitoral..

Será que estamos desaprendendo a votar??

Sera que somos o Estado Mais politizado??