quarta-feira, 29 de abril de 2009

Minha Voz 17

A bomba da hora.

Quando criaram o novo código brasileiro de transito, eu, fui um dos mais ferrenhos críticos, porque sempre tive pra mim que o tal código não passa de uma falcatrua sem pés nem cabeça. Aliás, eu continuo pensando da mesma maneira. Depois dele, e sempre no rastro das malandragens que este tal código puxou, vieram os CFCs, as vistorias, as multas.

Mas os mortos no transito que eram para sumir, continuaram aumentando. Mas, lendo o jornal VS, desta terça feira, 28/04 em sua página 08, dou de cara com mais uma pérola de noticia: Alterado o local para vistoria de transporte. Ou seja, aquilo que antes era feito aqui na cidade agora passa para Novo Hamburgo, porque segundo o Sr. João Huppes trata-se de uma “revisão mais severa” com certeza semelhante aquela que é feita para licenciar um veículo do tipo: - Levante o capô – ligue os faróis, luz alta, luz baixa – pisca do lado direito –pisca do lado esquerdo –pisa no freio – OK.

Esta é a “vistoria oficial” que lhe dá a garantia de que tudo está normal e de acordo com lei. Mas, segundo o ilustre secretario aqui em Sapucaia não tem mecânico com tarimba suficiente para fazer este serviço. Só em Novo Hamburgo. Ora senhor secretário, não se apegue muito em orientações oficiais, por que às vezes estas são mais fajutas do que muitas feitas por mecânicos caseiros. É simples, cadastrem os mecânicos das Obras junto ao órgão oficial de Transito do Município (afinal são mais de vinte e cinco funcionários para cinco guardas).

Exigir, que motoristas de Sapucaia se dirijam a Novo Hamburgo para fazer “vistorias “ no mínimo é falta de competência, o Sr. Não acha? Vamos lá e se for o caso a gente bota o dedo no nariz destes entendidos de meia tigela, e mostra que apesar de todas as mudanças Técnicas que fizeram,( hoje uma carteira de habilitação tem que ser parcelada), as mortes continuam, os roubos continuam, as estradas esburacadas continuam, e o contribuinte fica com cara de bobo, mantendo uma estrutura cara, pesas, com multas, impostos e taxas, sem direito de reclamar.

Vamos facilitar a vida do nosso povo,vamos dar emprego para quem é de Sapucaia do Sul, vamos acabar com o clientelismo, enfim, Vamos (nos todos) ter vergonha na cara.

Um comentário:

Lelê Andrade disse...

Provavelmente, depois de vale-isso, vale-aquilo..., o governo começará a destribuir algum tipo de vale-combustível. Aí então não haverá razões para reclamarmos de ter que ir até Novo Hamburgo pra fazer a tal de vistoria.
Que absurdo!