quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Dia de Cão

Dia de Cão

O nosso congresso, realmente da mostras no que é que está transformado. Uma verdadeira quadrilha de políticos, em sua maioria uns com os rabos de outros presos, por falcatruas. Assim fica "impossível" tentar prender alguém. Sempre haverá uma sujeira para ser denunciada. Quem assistiu, aquilo lá em Brasília, e depois o que aconteceu aqui no RS, duvido que tenha conseguido dormir. É um sentimento de frustração, vergonha, inferioridade, descrença geral neste sistema podre e falido no qual transformaram o país.

Mas, eu não culpo só os políticos. Eles só estão onde estão porque nos os colocamos, lá. Então temos que nos resignar, aceitar tudo como bons brasileiros, acender velas pela saúde do Sarney e família, os grandes injustiçados. Erguer um monumento a tropa de choque, liderados por Renan???Collor ???Temer????. Não só a eles como também a Comissão de ética do "senadinho" onde o presidente, um segundo suplente, totalmente senil, se arvora em juiz. E isto que é um "bacharel".

Tem razão a governadora do RS a Prfª. Yeda, isto tudo é um circo, porém com a inversão de papeis, pois neste circo nós ( o povo) somos os palhaços,que pagamos os salários para esta tropa de artistas.Somente na cabeça de alguns político ainda pairavam dúvidas sobre a real situação de calamidade pública que estava acontecendo.

A nossa grande vergonha é saber que mesmo com toda esta movimentação, polícia federal, ministério público federal, pedido de afastamento, ainda existam políticos que consideram tudo isto uma chantagem política. O que dirá a imprensa internacional? Lá, como aqui, todos sabemos o que acontecer,vão ouvir testemunhas, vão arrolar depoimentos e gradativamente tudo vai caindo no esquecimento.Nos somos assim.

Esta é a facilidade na política, fazem de tudo, cometem os maiores absurdos, e quando se pensa que vai acontecer alguma coisa, aparece uma tropa de choque, fazem ameaças veladas, um acontecimento se sobrepõe ao outro e assim nós, eternos bobos da corte ficamos virando a cabeça de um lado para o outro tentando entender o que é que está acontecendo.

Neste sete de setembro, vamos assumir a nossa verdadeira identidade, vamos todos comprar um grande nariz de palhaço e sair às ruas com bandeiras, faixas e cartazes pedindo a deus que nos dê paciência, e que nos livre de coisas piores. Afinal, o povo trabalhador e ordeiro deste país, não pode pagar a conta desta tropa de cafajestes, travestidos de políticos.
06/08/2009

Um comentário:

Alda do Crítica disse...

Meu amigo indignado, relaxa, faça como eu, namore, ame, apixone-se de novo pela esposa, isto ale, pois a política vai acabar matado o povo brasileiro de raiva.

E você sabe que eles não estão nem aí com o que pensamos.

Também não é por isto que vamos deixar de tentar mudar o nosso país.
Bom fim de semana, grande abraço.
Tua amiga de sempre, Alda